Portal programa ERP - SystemPort

Integrando você as novas necessidades do mundo.

Categoria: Sem categoria

Instalação E Configuração do SystemCommerce.NET

Nesse post veremos como podemos instalar e configurar o sistema SystemCommerce.NET passo a passo, facilitando assim para quem nunca instalou o sistema.

Vamos começar ?

PASSO 1 – INSTALANDO O SISTEMA.
BAIXE A VERSÃO MAIS RECENTE DO PROGRAMA.

SystemCommerce .NET

Depois de instalado, execute ele,aceite os termos e NÃO mude as configurações de instalação, apenas de aceitar, continuar e instalar.

Agora instalado, execute ele.

OBSERVAÇÃO: CASO VOCÊ JÁ TENHA INSTALADO O PROGRAMA ALGUMA VEZ E DEPOIS O TENHA EXCLUÍDO APARECERÁ ESSA MENSAGEM CASO VOCÊ NÃO EXCLUIU A PASTA RAIZ DELA, ANTES DE SALVAR POR CIMA FAÇA ISSO ABAIXO.

Vá até a pasta onde você instalou o programa (se você não mudou as configurações, ela por padrão vai estar no diretório C:) e exclua a pasta SCNET60 e pronto, prossiga com o passo a passo, mas faça isso se você já fez a instalação e desinstalou sem excluir seu diretório. Depois de ter excluído, continue a instalação.

PASSO 2 – INSTALANDO O SQL MANAGENTMENT 2016.

Baixe o SQL MANAGENTMENT no link abaixo.
https://docs.microsoft.com/pt-br/sql/ssms/download-sql-server-management-studio-ssms?view=sql-server-2017
E CLIQUE EM INSTALAR.

Baixe ele e virá assim, então o execute.

Execute e na instalação escolha personalizado.

Aparecerá a próxima tela e clique em instalar.

Pronto, SQL MANAGENTMENT instalado, antes de continuar com a configuração dele, vamos instalar o SQL Server.

PASSO 3 – INSTALANDO O SQL SERVER.
Baixe o SQL Server no Link:
https://www.microsoft.com/pt-BR/download/details.aspx?id=56840

Execute e aceite os termos de licença.

LEMBRE-SE DE SEMPRE VERIFICAR SE OS DADOS ESTÃO FICANDO IGUAR DO PASSO A PASSO.

Agora chegamos num ponto que requer bastante atenção: selecione APENAS os recursos ABAIXO, que são:

  • SERVIÇOS DE MECANISMO DE BANCO DE DADOS.
  • EXTRAÇÕES SEMÂNTICAS DE TEXTO COMPLETO.
  • CONECTIVIDADE DE FERRAMENTAS DO CLIENTE.
  • COMPATIBILIDADE DE FERRAMENTAS DE CLIENTE.

E depois apenas prossiga.

Selecione a instância como “Padrão”.

Em configuração do servidor, coloque “Modo Misto”.

Em diretório de dados não mude o diretório raiz de dados, mude APENAS: “Diretório de dados de usuário” , de ” Log de banco de dados ” e o “Diretório de backup”. Sempre crie uma pasta chamada BACKUP e coloque ela como diretório principal para os backups.

Clique em avançar e avançar e instale o SQL Server. Agora vamos configurá-lo.

Vá em SQL Configuration e execute (caso você não saiba onde fica, use a barra de pesquisa do Windows e escreva, o programa irá aparecer, então o execute).

Vá em Serviços do SQL Server e deixe apenas o SQL Server habilitado, o restante pode desabilitar.

Agora vá em protocolos para MSSQLSERVER selecione TCP-IP que está desabilitado e o habilite pelas propriedades e confira se a porta é a padrão deixada pelo Windows: 1433.

Agora na barra de pesquisa, digite o seguinte código CLICONFG e execute.

Veja que seu TCP-IP está desabilitado, clique nele e o botão habilitar será ativado.

Pronto, TCP-IP finalizado e para terminar a configuração do SQL Server, vamos mexer no firewall do Windows.

Para isso, na barra de pesquisa insira Firewall e vá em Windows Defender Firewall.

Vá em configurações avançadas.

No canto esquerdo, iremos configurar duas opções: Regras de Entrada e Regras de Saída. Então selecione as regras de Entrada e do lado direito selecione Nova Regra.

Selecione Porta como opção.

Selecione TCP-IP e coloque a porta que vimos anteriormente, caso não lembre, a porta padrão é 1433.

E por fim nomeie a a regra, isso fica a disposição, mas recomendamos nomes simples para que você não se esquecer (Ex: SQL_ENTRADA).

(Crie também uma regra de saída e siga os mesmos passos acima e nomeie como como quiser (Ex: SQL_SAIDA)).

Pronto, seu SQL Server está configurado, vamos continuar com o processo.

PASSO 4 – TERMINANDO DE CONFIGURAR O PROGRAMA PARTE 1

No programa, paramos na seguinte imagem, caso você já tenha instalado o SQL Server e Managentment, continue daqui, se não volte aos passos 2 e 3.

Embora ele está com o seguinte erro, clique em OK e a seguinte tela irá aparecer.

Agora você irá configurar o seu banco de dados, o próximo passo irá ajudar.

PASSO 5 – CONFIGURANDO E RESTAURANDO O BANCO DE DADOS.

Insira os dados do seu servidor e mudar a autenticação para SQL Server e coloque seus dados.

Vá até Banco de Dados e com o botão diteiro vá até Restaurar Banco de Dados.

Depois de ter entrado, selecione dispositivos e os três pontinhos.

Clique em adicionar.

Vá até onde você deixou o seu banco de dados (BACKUP), selecione ele e clique em OK.

DICA: SEMPRE TENHA UMA PASTA CHAMADA BACKUP E NELA OS ARQUIVOS COM OS NOMES DE BACKUP E A DATA DE QUANDO É.

Depois de selecionado, clique em adicionar e clique em OK.

Pronto, se quiser mudar o nome do bando de dados, vá na aba Banco de Dados, onde está escrito “SCNET70” e renomeie, então clique em OK.

Selecione Realocar os arquivos e pastas (isso fica a sua vontade, mas assim fica mais organizado pois você pode selecionar onde quer colocar os arquivos).

(Se quiser colocar o nome do arquivo local apague do dois pontos (:) a barra até a barra antes do nome do banco e renomeie para TEMP…

Ex: C:\TEMP\TESTE3.MDF (Não esqueça de criar a pasta TEMP antes de mandar o diretório ser lá).

Caso você queira reescrever sobre o seu banco, marque a opção “Substituir o banco de dados existentes” e também a opção ” Fechar as conexões com o banco de dados existentes”.

Clique em OK e a seguinte mensagem irá aparecer:

Pronto, o seu banco está aqui!

Não esqueça de mudar a linguagem do usuário para inglês.

Para isso, vá em Segurança, Logons e Propriedades

E lá embaixo selecione English

Processo finalizado, vamos voltar a parte final da configuração do sistema.

PASSO 6 – TERMINANDO DE CONFIGURAR O PROGRAMA PARTE 2

Na última parte da instalação, paramos aqui:

Agora com o seu banco de dados, você precisará informar quatro campos ao sistema para que ele possa finalmente ser usado:

  • NOME OU ENDEREÇO TCP-IP DO SERVIDOR.
  • NOME QUE VOCÊ DEU AO BANCO.
  • NOME DE USUÁRIO QUE VOCÊ CRIOU NO BANCO DE DADOS.
  • SENHA DO BANCO DE DADOS QUE VOCÊ COLOCOU.

Depois de ter colocado seus dados, feche o programa e o execute novamente e insira seus dados conforme mostra a próxima tela.

E pronto!, você já está pronto para usar seu sistema, não esqueça de ativar ele colocando o CNPJ de sua empresa e confirmando seus dados na tela de login e ativando seu computador na Área do Cliente.

Nova versão da Nota Fiscal Eletrônica

A Sefaz divulgou em sua nota técnica as mudanças para a versão 4.0 da NFe.

As necessidades de alteração de leiaute da NF-e são agrupadas durante um tempo e acabam compondo uma versão nacional anual, ou a cada dois anos.

O objetivo é evitar alterações frequentes do leiaute da NF-e, de maneira a diminuir a necessidade de manutenção nos sistemas de emissão de NF-e para as empresas e para as SEFAZ. A exceção a esta regra é motivada pelas adaptações necessárias na mudança de legislação, que normalmente têm um
porte menor, mas que também devem cumprir um cronograma capaz de ser observado pelas empresas e pelas SEFAZ autorizadoras.
Nota técnica SEFAZ

Alterações que será realizada:
  • Alterações em regras de validação, principalmente aquelas vinculadas aos novos campos ou a novos controles, melhorando a qualidade da
    informação prestada pelas empresas e mantida pelas SEFAZ.
  • Definição do protocolo TLS 1.2 ou superior como padrão de comunicação.
  • Será eliminado o uso de variáveis no SOAP Header (eliminada a “Área de Cabeçalho”) na requisição enviada para todos os Web Services previstos no Sistema NFE.

O prazo previsto para a implementação das mudanças é:

Ambiente de Homologação : 01/06/2017
Ambiente de Produção: 01/08/17.

Desativação da versão anterior: 06/11/17

Como de costume a SystemPort está ciente e jé estamos trabalhando, para que o programa ERP System Commerce .NET, esteja com todas as modificações necessárias para o funcionamento nesta nova versão.

SystemPort inaugura seu blog!

Bem-vindo ao blog da SystemPort, onde iremos tirar dúvidas do programa, postar ideias para auxiliar sua empresa, dar sugestões de como administrar melhor seu negócio e muito mais!

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén