Portal programa ERP - SystemPort

Integrando você as novas necessidades do mundo.

Mês: maio 2019

Cadastro de Pessoa Física

Através deste post, entenderemos melhor como funciona a área Cadastro de Cliente. É possível percebemos a semelhança desta área com a área Cadastro de Pessoas Jurídicas, Funcionários, Vendedor, Fornecedor e Transportadora.

Vamos lá.

Na imagem a seguir vemos a Tela Inicial do nosso sistema, em seu campo a esquerda, na coluna de departamento, vemos que ao clicarmos no Dep. Cadastros, irá aparecer outro campo, o campo Cliente P. Física. Clicando neste, a tela de Cadastro de Pessoa Física aparecerá. Ela possui os campos que iremos ver, um à um, para entendê-los um pouco mais.

Procurar: neste campo você pode pesquisar todos os seus clientes,seja por código, nome, CPF ou telefone. Para buscar todos os clientes, apenas aperte ENTER no campo de procura e listará todos eles, mas para isso o filtro NOME tem que estar marcado, senão não vai funcionar.

Mas como podemos cadastrar um novo cliente? Clique no botão INCLUIR do lado direito de cima e irá aparecer a próxima imagem.

Pronto! Agora você já pode cadastrar seus clientes. Mas vamos entender alguns campos dele, caso você se perca ou não saiba como fazer ou ate dê algum erro, aqui veremos algumas explicações sobre isso.

Entenda as setas:

1- Cliente Ativo: que sempre está ativo (comprando). Caso ele não compre mais ou por algum outro motivo esse cadastro não será apagado do banco, apenas desabilitado.

2-Consumidor Final: define se a pessoa é ou não a consumidora final. Exemplo: uma empresa comprou 10 computadores, se for para uso na empresa, ou seja consumo próprio, seria consumidor final, mas se for revender esses computadores ele não será , porque esses produtos foram repassados à frente.

3-Inserção dos dados do cliente: preenchimento dos dados pessoais do cliente.

Campos obrigatórios nos Dados Iniciais:

Nome, sexo, Estado Civil, CPF.

O que é os campos: Emissão e Órgão Emissor ?

RG: quando tirou Órgão Emissor: local você tirou.

Exemplo:

Emissão: 01/01/1990 Órgão Emissor: SSP (isso varia de Estado para Estado).

4-Inscrição Produtor Rural: todo produtor rural recebe o número de registro e se o cliente for um, esse número é colocado no cadastro e impresso na Nota Fiscal.

5-CPF: se o CPF da pessoa não for informado o cadastro será impossível, pois, esse campo é necessário para emitir a Nota Fiscal.

Caso haja dúvidas, entre em contato com suporte. Acesse ele em: https://www.systemcommerce.net/contato.

Área de Endereço

Entenda as setas:

6- Aba Endereço: preenchimento de dados residenciais.

7-CEP: (DICA) se colocar o CEP e pesquisar ele é preenchido automaticamente e precisará apenas ir complementando.

8-Email: por meio deste que é informado, onde seus boletos são enviados, pode ser feito pedidos, orçamentos e um dos meios de comunicação usado.

9-Lista de Contatos Vinculados ao Cliente: nele é possível cadastrar vários contatos, informando os seus setores.

10-Endereço de Cobrança: definição de onde ele será cobrado.

11-Endereço de Entrega: definição de onde será entregue.

Administrativo 1

Entenda as setas:

12- Preenchimento de dados do cliente:  preenchimento dos dados pessoais do cliente.

13-Bloquear Cadastro: definir se o cadastro é bloqueado ou não, se ele estiver bloqueado não pode fazer nem compras nem orçamento e usado para facilitar filtragens.

14-Situação SPI/SPC: local onde informa a situação financeira da pessoa e usado para facilitar filtragens.

15-Conceito: definição do tipo de cliente.

16- N° tabela de Preço: seleciona a qual tabela de preço o cadastro estará relacionada (isso é definido no cadastro de produtos, aqui iremos apenas escolher a qual tabela será atribuída a esse cliente).

Administrativo 2.

Entenda as setas:

17- Vendedor: vendedor que estará atendendo esse cliente.

18-Transportadora: seleciona qual é a transportadora usada para o cadastro. Exemplo: Correios ou O Próprio.

19- Limite de Crédito: define até quando o cliente pode gastar.

20- Especificar forma de pagamento: define como será pago.

21- Observação do Cliente: área onde pode anotar a respeito do cliente.

22-Liberar Venda a Vista ou Venda a Prazo: essas caixas de marcação, servem para limitar a forma como o cliente irá pagar, porém caso, você tenha definido uma forma de pagamento a prazo, elas não irão ser consideradas.

Dados de emissão de N.F: configuração das regras fiscais caso ele tenha alguma regra personalizada.

Histórico de Vendas

Nessa área mostra todas as vendas feitas a esse cliente.

Entenda as setas:

23- Área de Pesquisa: Local onde você pode pesquisar sobre as vendas que foram feitas a esse cliente.

24- Lista de Vendas: listagem das vendas feitas.

25- Total das Vendas: ali exibe o valor total de todas as vendas já feitas.

26- Lista de Produtos Vendidos: aqui lista tudo o que foi vendido para o cliente.

Faturas a Receber

27- Lista de Contas a receber: aqui lista todas as contas que temos que receber de um cliente e os dados dessa conta.

28- Tabela: onde vai listar todos os dados das contas a receber.

29- Total Vencido: Mostra quanto está o valor das contas vencidas.

30- Total a Receber: Mostra o quanto tem que receber do cliente.

31- Recibo: onde você tirar o recibo daquela conta do cliente e então imprimir ela para que ela possa ser cobrada depois.

Histórico de Ordem de Serviço (O.S)

Aqui você consegue todas as ordens de serviço feito a esse cliente.

Entenda as setas

32- Aqui você pode pesquisar as O.S .

33- Tabela: tabela que exibe a O.S e os dados dela.

34- Laudo Técnico: informa a situação em que está aquela O.S. Exemplo: celular em concerto.

35- Produto a ser consertado: informar qual produto está sendo arrumado naquela O.S.

Entender algumas funcionalidades do que tem dentro de Cadastro de Clientes.

Entenda as setas:

36- Foto: você pode adicionar uma foto do cliente aqui.

37- Cadastro de Imagens: local onde se pode guardar imagens que sejam relevantes sobre o cliente.

38- Importador de Cadastro: Possibilita importar os dados de um cliente que você cadastrou anteriormente, no emissor de nota fiscal gratuito, da receita federal.

39- Anexar Arquivos: nesse campo você pode anexar arquivos aos dados do cliente. Exemplo: imagem, arquivos em Word ou PDF. (1 MB o tamanho máximo).

40 – Alterar: pode alterar o cadastro.

41 – Remover: remover o cadastro.

Instalação E Configuração do SystemCommerce.NET

Nesse post veremos como podemos instalar e configurar o sistema SystemCommerce.NET passo a passo, facilitando assim para quem nunca instalou o sistema.

Vamos começar ?

PASSO 1 – INSTALANDO O SISTEMA.
BAIXE A VERSÃO MAIS RECENTE DO PROGRAMA.

SystemCommerce .NET

Depois de instalado, execute ele,aceite os termos e NÃO mude as configurações de instalação, apenas de aceitar, continuar e instalar.

Agora instalado, execute ele.

OBSERVAÇÃO: CASO VOCÊ JÁ TENHA INSTALADO O PROGRAMA ALGUMA VEZ E DEPOIS O TENHA EXCLUÍDO APARECERÁ ESSA MENSAGEM CASO VOCÊ NÃO EXCLUIU A PASTA RAIZ DELA, ANTES DE SALVAR POR CIMA FAÇA ISSO ABAIXO.

Vá até a pasta onde você instalou o programa (se você não mudou as configurações, ela por padrão vai estar no diretório C:) e exclua a pasta SCNET60 e pronto, prossiga com o passo a passo, mas faça isso se você já fez a instalação e desinstalou sem excluir seu diretório. Depois de ter excluído, continue a instalação.

PASSO 2 – INSTALANDO O SQL MANAGENTMENT 2016.

Baixe o SQL MANAGENTMENT no link abaixo.
https://docs.microsoft.com/pt-br/sql/ssms/download-sql-server-management-studio-ssms?view=sql-server-2017
E CLIQUE EM INSTALAR.

Baixe ele e virá assim, então o execute.

Execute e na instalação escolha personalizado.

Aparecerá a próxima tela e clique em instalar.

Pronto, SQL MANAGENTMENT instalado, antes de continuar com a configuração dele, vamos instalar o SQL Server.

PASSO 3 – INSTALANDO O SQL SERVER.
Baixe o SQL Server no Link:
https://www.microsoft.com/pt-BR/download/details.aspx?id=56840

Execute e aceite os termos de licença.

LEMBRE-SE DE SEMPRE VERIFICAR SE OS DADOS ESTÃO FICANDO IGUAR DO PASSO A PASSO.

Agora chegamos num ponto que requer bastante atenção: selecione APENAS os recursos ABAIXO, que são:

  • SERVIÇOS DE MECANISMO DE BANCO DE DADOS.
  • EXTRAÇÕES SEMÂNTICAS DE TEXTO COMPLETO.
  • CONECTIVIDADE DE FERRAMENTAS DO CLIENTE.
  • COMPATIBILIDADE DE FERRAMENTAS DE CLIENTE.

E depois apenas prossiga.

Selecione a instância como “Padrão”.

Em configuração do servidor, coloque “Modo Misto”.

Em diretório de dados não mude o diretório raiz de dados, mude APENAS: “Diretório de dados de usuário” , de ” Log de banco de dados ” e o “Diretório de backup”. Sempre crie uma pasta chamada BACKUP e coloque ela como diretório principal para os backups.

Clique em avançar e avançar e instale o SQL Server. Agora vamos configurá-lo.

Vá em SQL Configuration e execute (caso você não saiba onde fica, use a barra de pesquisa do Windows e escreva, o programa irá aparecer, então o execute).

Vá em Serviços do SQL Server e deixe apenas o SQL Server habilitado, o restante pode desabilitar.

Agora vá em protocolos para MSSQLSERVER selecione TCP-IP que está desabilitado e o habilite pelas propriedades e confira se a porta é a padrão deixada pelo Windows: 1433.

Agora na barra de pesquisa, digite o seguinte código CLICONFG e execute.

Veja que seu TCP-IP está desabilitado, clique nele e o botão habilitar será ativado.

Pronto, TCP-IP finalizado e para terminar a configuração do SQL Server, vamos mexer no firewall do Windows.

Para isso, na barra de pesquisa insira Firewall e vá em Windows Defender Firewall.

Vá em configurações avançadas.

No canto esquerdo, iremos configurar duas opções: Regras de Entrada e Regras de Saída. Então selecione as regras de Entrada e do lado direito selecione Nova Regra.

Selecione Porta como opção.

Selecione TCP-IP e coloque a porta que vimos anteriormente, caso não lembre, a porta padrão é 1433.

E por fim nomeie a a regra, isso fica a disposição, mas recomendamos nomes simples para que você não se esquecer (Ex: SQL_ENTRADA).

(Crie também uma regra de saída e siga os mesmos passos acima e nomeie como como quiser (Ex: SQL_SAIDA)).

Pronto, seu SQL Server está configurado, vamos continuar com o processo.

PASSO 4 – TERMINANDO DE CONFIGURAR O PROGRAMA PARTE 1

No programa, paramos na seguinte imagem, caso você já tenha instalado o SQL Server e Managentment, continue daqui, se não volte aos passos 2 e 3.

Embora ele está com o seguinte erro, clique em OK e a seguinte tela irá aparecer.

Agora você irá configurar o seu banco de dados, o próximo passo irá ajudar.

PASSO 5 – CONFIGURANDO E RESTAURANDO O BANCO DE DADOS.

Insira os dados do seu servidor e mudar a autenticação para SQL Server e coloque seus dados.

Vá até Banco de Dados e com o botão diteiro vá até Restaurar Banco de Dados.

Depois de ter entrado, selecione dispositivos e os três pontinhos.

Clique em adicionar.

Vá até onde você deixou o seu banco de dados (BACKUP), selecione ele e clique em OK.

DICA: SEMPRE TENHA UMA PASTA CHAMADA BACKUP E NELA OS ARQUIVOS COM OS NOMES DE BACKUP E A DATA DE QUANDO É.

Depois de selecionado, clique em adicionar e clique em OK.

Pronto, se quiser mudar o nome do bando de dados, vá na aba Banco de Dados, onde está escrito “SCNET70” e renomeie, então clique em OK.

Selecione Realocar os arquivos e pastas (isso fica a sua vontade, mas assim fica mais organizado pois você pode selecionar onde quer colocar os arquivos).

(Se quiser colocar o nome do arquivo local apague do dois pontos (:) a barra até a barra antes do nome do banco e renomeie para TEMP…

Ex: C:\TEMP\TESTE3.MDF (Não esqueça de criar a pasta TEMP antes de mandar o diretório ser lá).

Caso você queira reescrever sobre o seu banco, marque a opção “Substituir o banco de dados existentes” e também a opção ” Fechar as conexões com o banco de dados existentes”.

Clique em OK e a seguinte mensagem irá aparecer:

Pronto, o seu banco está aqui!

Não esqueça de mudar a linguagem do usuário para inglês.

Para isso, vá em Segurança, Logons e Propriedades

E lá embaixo selecione English

Processo finalizado, vamos voltar a parte final da configuração do sistema.

PASSO 6 – TERMINANDO DE CONFIGURAR O PROGRAMA PARTE 2

Na última parte da instalação, paramos aqui:

Agora com o seu banco de dados, você precisará informar quatro campos ao sistema para que ele possa finalmente ser usado:

  • NOME OU ENDEREÇO TCP-IP DO SERVIDOR.
  • NOME QUE VOCÊ DEU AO BANCO.
  • NOME DE USUÁRIO QUE VOCÊ CRIOU NO BANCO DE DADOS.
  • SENHA DO BANCO DE DADOS QUE VOCÊ COLOCOU.

Depois de ter colocado seus dados, feche o programa e o execute novamente e insira seus dados conforme mostra a próxima tela.

E pronto!, você já está pronto para usar seu sistema, não esqueça de ativar ele colocando o CNPJ de sua empresa e confirmando seus dados na tela de login e ativando seu computador na Área do Cliente.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén